CLIQUE NA IMAGEM PARA VIAJAR ATÉ ESTE NOVO ESPAÇO PACANHERRO

terça-feira, maio 01, 2007

1º de Maio

Bem, isto é quê? Meia noite e dez? Bem na hora para falar do dia que já é vão 10 minutos: o dia do trabalhador. O dia em que o Zé Povinho vai ca Maria e com os putos (e vá, a pedido da Maria, com a sogra também) fazer piqueniques pró meio do mato mais abstruso, mamar um garrafanite de tintol e ouvir a Rádio Renascença (Renascença prós alfacinhas, que se vivessem cá em baixo, era a Rádio Fóia, a Lagoa, a Racal, ou ainda a Costa D’Oiro, que são aquelas rádios que só passam música do rancho da Ladeira do Vau durante as 2 horas de música emitidas durante o dia, e no resto do tempo levamos a ouvir publicidade da mais rasca que pode haver: Toldos Idalécio, Pão da padaria do Rio Torto, e supermercados PagaPouco são alguns exemplos). É o dia em que o modesto Fiat Punto se enche como se viesse passar férias ao Algarve (ou, para os algarvios, como se fosse passar um fim de semana ao parque de campismo do Serrão). É o dia em que a Maria leva ali à sombra a fazer crochés e a falar com a mãe sobre o episódio de ontem da novela, vá, das novelas todas e da Bela e o Mestre. É o dia em que os moços pequenos acompanham contentes e alegres a família, não por estarem ou passarem o dia com ela, mas por não terem tido aulas. O dia simplesmente mais magnífico desde há 6 dias atrás, porque o Zé Povinho não trabalha, e recebe à mesma.

Vá, o Zé Povinho que não faz isto vai andar por aí armado em sindicalista o dia todo, a apitar como se estivesse no Carnaval e a chamar todos os nomes que lhe vêm à cabeça ao primeiro ministro.
Arranhí Ascostasefiqueicomgarronasunhas

3 comentários:

Tales da Gardunha disse...

Boa crónica do 1º de Maio

A mão que escreve disse...

lool
não haja duvida que é um dia com uma magia especial...
deve ter sido por isso que não saí de casa...

Rafeiro Perfumado disse...

Que raio é isso da "bela e o mestre" que tanta gente fala?