CLIQUE NA IMAGEM PARA VIAJAR ATÉ ESTE NOVO ESPAÇO PACANHERRO

terça-feira, março 18, 2008

Vê lá se aquilo não é ela

Um par de amigos encontram-se para esperarem por uma amiga, mas começam com dúvidas se aquilo será mesmo ela. Este é um caso da vida real, onde costuma acontecer a muitos indíviduos por este Portugal adentro. Acontece que a maior parte desiste de esperar pelas amigas e "cagam-se" nelas, indo então para um tasco beber uma mine e comer minuins, ou então fazer uma caracolada na casa do amigo.

14 comentários:

Francis disse...

trocava-a por umas mines e uma caracolada...na boa...

André Gonçalves disse...

Uns cagam nelas, outros cagam nas calças.
Já agora, da próxima digam aos moços das obras para pararem com a chinfrineira que o vosso vídeo é mais importante.

aorta disse...

Este fim de semana estive perto da vossa terra. Estive a jantar em Portimão, num armazém enorme, onde só havia peixe grelhado, mesmo junto ao um clube náutico, ou lá o que era aquilo. (Obras a mais na zona). O peixinho era maravilha.

Beijos.

Pacanherros disse...

Francis: put qué put nunca troca uma pita nem por um pistache!

André: Nós até fomos lá, mas eles ameaçaram-nos co barbequim e cuns martelos, então cagámos nisse.

Aorta: Eh pa terra do fininhe! E não nos disseste nada? Mas percebemos, querias era comer os carapaus todes! Pá próxima avisa e combinamos aí 1 cafézite.

Bejanas disse...

voces tao cada vez melhores, deixem que a rtp veja isto que os gato fedorento tao tds no desemprego!

Rafeiro Perfumado disse...

Mas havia dúvidas? A não ser que a gaija seja do género papável, aí poderá haver lugar a alguns segundos de hesitação!

Marta disse...

Ai... que já está na altura dos caracóis...

Francis disse...

mas ê na sou put pá...

e tambem já podias arranjar uma cena para pôr no microfone por causa do vento...

Pacanherros disse...

Bejanas:
A gente aqui na tamos querende tirar o emprego a ninguém, muito a menos a pessoas que se na tivessem o seu emprego tavam desempregadas.
E é verdade, eles agora tão com a SIC.

Canite:
Nos nosso squétes só entra gajedo que seja bonito, inteligente, simpático, interesseante, glamoroso, porreiro, castiço, jeitoso, e acima de tudo, papável. Mas ele há caracoladas e caracoladas.

Marta:
Ná, iste inda na tem chovido muito, e os gás inda tão todos de pijama enfiados na casca, na lhes apetece subir às daroêras nem às espigas, as caracoletas é que já se vão deixando apanhar.

Francisquinhe: ès put sim francisco, todo o home tem um put dentre dele fazende judiarias e tirande as carepas das feridas, na querias perder essa criança que tens ai guardada.
E a gente na compra, porque nem temso dinheiro, nem temos microfone. É tudo feito só cuma máquina: "Squétes bués amadores, humor bués profissional".

aorta disse...

Não eram carapaus. Era peixe espada. E comi-o todo, pois então!
Ok, para a próxima aviso antecipadamente, está combinado.

Sorrisos em Alta disse...

Mês amigues,

Para a próxime gravem o vide apenas quande passar o ataque de gases a um dos moçes.

Nã se ouve nade!

Abraçe

Bejanas disse...

a pessoas que se nao tivessem emprego estavam desempregadas??? curioso....

Francis disse...

man, prontes sou put...

Sabrina. disse...

é a primeira vez que cá venho e vocês sao muito engraçados!!! :D São de Portimão, n é? Tenho por lá contactos! eheh