CLIQUE NA IMAGEM PARA VIAJAR ATÉ ESTE NOVO ESPAÇO PACANHERRO

sábado, agosto 11, 2007

Festival da Sardinha 07

Bem, estamos de férias, sim senhor, e o que aconteceu é que ontem fomos visitar um grande evento em Portimão, não pelo seu tamanho ou espectacularidade, mas pelo seu conteúdo: o Festival da Sardinha! Ao entrar, para além do bilhete ser um balúrdio de 4€, disseram-nos que podíamos participar num jogo que servia para ganhar latinhas de patê e constituía-se em andarmos "à pesca" com um camaroeiro roto e com dois azogos lá presos para atraír as latas, mas nós não queríamos saber de pequenas latas de patê e de jogos mesquinhos, então, fomos participar no grande concurso "O Papa Sardinhas" que visa descobrir qual o gajo que consegue comer o maior número de sardinhas no menor tempo, apenas acompanhado por um copito de tinto e um naco de pão caseiro. Nós, mesmo cientes de que não gostamos de sardinhas e nem comemos as barrigas, perguntámos ao orientador do concurso se poderíamos entrar, apenas comendo o miolo do pão molhadinho no suco das sardinhas, sim, porque nós também não comemos côdeas. Ele lá nos deixou participar e nós acabámos por espenicar umas 4 sardinhas, roemos uns nacos de miolo de pão e em acabado o concurso, o único prémio que levámos foi o de maiores fazedores de desperdícios de comida que, acaba sempre por ir parar aos pratos dos gatos vadios de Portimão.
Com odor a pexum e com hálito a sardinha, fomos assistir ao concerto do grande Rui Veloso. A meio do espectáculo, ainda cheios de pão com molhos de sardinha, aprochegam-se de nós 4 pitas 4ever daquelas histéricas. Para tentarem superar o coro do Rui, começaram a gritar tipo brutas, e ainda por cima andavam tão descontroladas que andavam-nos sempre a mexer no rabo. A única razão que nos veio à cabeça foi terem comido sardinhas estragadas. Aí fitamos-lhes com 4 olhares de esguio de tal maneira que resolveram ir pá frente. Entretanto à nossa frente 2 gajos lá dançavam com uma garrafa de tinto, mas a dança era de discoteca, pelos vistos devem ter pensado que estavam no Sasha.
Após 1.30h de concerto lá fomos todos para casa, ainda com os zunidos das pitas e meio tontos de ver a dança dos bêbados... Ah claro e já com fome pois, parece que não mas, uma sardinha mal comida e um naco de pão não chega para uns moces tao musculados e rijos como nós.
AP

1 comentário:

Vieira Calado disse...

Bom... eu também sou algarvio. Mas vejo que não tenho nada com isto.
bom resto de semana.